P22_ON :: Blockchain Socioambiental

COMPARTILHE

Todo alimento tem sua história. Quem produziu? Como? Em quais condições de trabalho? Será que houve um manejo correto de agrotóxicos ou não foi utilizado agrotóxico algum?

Assim, surgiram as certificações socioambientais, que tentam trazer respostas para essas questões. Os selos buscam garantir boas práticas de produção, do aspecto social até o ambiental.

Mas o acesso às certificações não é assim tão fácil, principalmente para os pequenos produtores. Fazer uma auditoria gera custos e mesmo um sistema inclusivo como o Sistema Participativo de Garantia pode gerar muita burocracia e papelada.

Nesse contexto, uma nova tecnologia aparece com potencial de solucionar alguns desses problemas: o blockchain. Será que essa nova tecnologia pode ajudar a aproximar o consumidor de toda a cadeia e no acesso do pequeno produtor às certificações? Quais as limitações e os desafios para implementá-la?

A equipe com.fiar, da disciplina Formação Integrada para a Sustentabilidade, do FGVces, foi desafiada a investigar os possíveis usos de blockchain para certificações socioambientais que facilitem o acesso de pequenos negócios ao mercado. Acompanhe os resultados nesta edição da P22_ON.

Clique aqui para acessar a versão digital desta edição. 

 

Acesso à publicação


Mais Lidos

Nenhum post encontrado.