Adaptação às Mudanças Climáticas: GVces lança instrumentos para apoiar sociedade civil

Organizações da sociedade civil agora contam com ciclo e ferramenta para auxiliar na incorporação das mudanças climáticas como vetor no planejamento e na gestão de seus projetos e programas 10/03/2016
COMPARTILHE

(Foto: Adenilson Nunes/AGECOM Bahia)
Por Bruno Toledo (GVces)

 

No último dia 29, o Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (GVces) apresentou no auditório do Ministério do Meio Ambiente (MMA), em Brasília, produtos técnicos que deverão apoiar a sociedade civil no mapeamento e gestão de riscos associados à mudança do clima. 

Fruto de um esforço conjunto de GVces com o MMA, em parceria com a UKCIP/Oxford University e apoio da Embaixada do Reino Unido, o Ciclo e a Ferramenta de Apoio para Elaboração de Estratégias de Adaptação para a Sociedade Civil foram desenvolvidos no contexto do Projeto Economy-Wide Adaptation to Climate Change. O Ciclo traz diretrizes para a elaboração de estratégias de adaptação à mudança do clima em projetos da sociedade civil, e a Ferramenta serve para auxiliar as organizações na aplicação dessas diretrizes dentro de seus projetos. Em novembro, também como parte dessa iniciativa, a Plataforma Empresas pelo Clima (EPC) apresentou instrumentos empresariais para adaptação à mudança do clima.

Para desenvolver o Ciclo e a Ferramenta, o GVces reuniu oito instituições com atuação relevante no país: Engajamundo, Fundação Grupo Boticário, Habitat para a Humanidade Brasil, ICLEI-LACS, IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), SPVS (Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental), World Resources Institute e WWF-Brasil.  Durante seis meses, essas organizações atuaram diretamente com o GVces e a UKCIP na construção de referências técnicas e uma ferramenta de apoio para orientar a incorporação da mudança do clima no planejamento e gestão de projetos e programas liderados pela sociedade civil em todo o Brasil.

Cada instituição selecionou um projeto próprio, para facilitar o entendimento das dificuldades e oportunidades do uso dessa Ferramenta no seu dia-a-dia. O propósito dela é ajudar as organizações da sociedade civil a incluir a "lente climática", facilitando a percepção sobre os riscos que as mudanças do clima podem trazer em seus projetos, mesmo aqueles que não tenham clima e meio ambiente como focos de atuação. 

Apresentação do Ciclo e da Ferramenta de Apoio para Elaboração de Estratégias de Adaptação para a Sociedade Civil, no auditório do Ministério do Meio Ambiente, em Brasília (foto: Isabella Fumeiro/GVces)

A Ferramenta traz informações que podem auxiliar organizações que não possuem um corpo técnico qualificado no tema climático e oferece apoio para o levantamento e análise de informações para a identificação de impactos previstos em cenários futuros, critérios de priorização de impactos, opções de adaptação, articulação e parcerias, e custo-benefício de ações de adaptação.

Para Mohema Rolim, gerente de programas da ONG Habitat para a Humanidade, a ferramenta pode ajudar na elaboração dos diagnósticos das comunidades a serem beneficiadas pelo trabalho da organização – construção e reforma de casas populares para pessoas de baixa renda, além de disseminação de conhecimento sobre planejamento financeiro, empoderamento de comunidades, vulnerabilidade habitacional, entre outros. 

"Um lugar com risco de ondas de calor ou enchentes, por exemplo, exige materiais específicos, mudanças na altura dos telhados e no tipo de ventilação do imóvel", explica Mohema. "Ao incluirmos as previsões de vulnerabilidade dessas comunidades às mudanças do clima, garantiremos a esses jovens salubridade, segurança, luz e tudo que um lar precisa ter".

Acompanhando o Ciclo e a Ferramenta, o GVces também apresentou vídeos tutoriais para uso do material e o "Jogo do Clima", que pode ser aplicado pelas organizações na sensibilização e engajamento dos atores internos e externos que devem ser envolvidos no processo para elaboração de estratégias de adaptação consistentes, com visão sistêmica e de longo prazo.

Clique aqui e saiba mais sobre esses produtos.

Mais Lidos

Nenhum post encontrado.